Novidades


Blog da Frigo King

Como deve ser realizado o pré-resfriamento do baú frigorífico

Orientações de boas práticas no transporte refrigerado para melhorar a qualidade, eficiência e retorno da operação


Com o baú vazio, portas fechadas, deve-se ligar o equipamento de refrigeração e assim mantê-lo até que a temperatura interna se estabilize. Por temperatura estabilizada, entende-se a temperatura que se mantenha inalterada por 15 minutos (NBR 14701, 3.2.1).

Os procedimentos são diferentes, conforme o tipo de equipamento:

  1. Equipamento tipo “Acoplado”

Esse tipo de equipamento dispõe de um único compressor que é acoplado ao motor do caminhão e funciona somente quando este está ligado.

Para que o rendimento esperado seja desejado, o compressor deve atingir uma rotação próxima a 1800 rpm (rotações por minuto), sob pena de funcionamento inadequado do sistema. 

Importante: é contra-indicado o pré-resfriamento de baú com o “compressor acoplado” quando o equipamento use o fluido refrigerante R404A.

  1. Equipamento tipo “Acoplado/Elétrico”

Tratando-se de equipamentos construídos com dois compressores: um acoplado ao motor do caminhão e outro acionado por motor elétrico, ou compressor semi-hermético.

Nestes casos, liga-se o equipamento à tomada para o pré-resfriamento, garantindo-se a condição ideal e econômica de funcionamento. Se, por qualquer razão, o pré-resfriamento for realizado no compressor “acoplado”, as diretrizes da alínea acima devem ser atendidas.

  1. Equipamento tipo “independente”(com motor à diesel)

Em se tratando de equipamento independente, é indiferente a condição (compressor acionado pelo motor elétrico ou pelo motor diesel) pois, em ambas situações, o funcionamento é ideal.

Vale lembrar que a disposição das mercadorias no interior da carroceria deve se dar de modo a permitir a circulação do ar e que a mercadoria a ser embarcada deverá estar na temperatura que deve ser mantida.